Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo tradições

Equinócio de Primavera: 8 tradições culturais (e gastronômicas)

Fonte: Ogham Art A primavera é o momento do ano em que o ciclo de vida, morte e renascimento se completa, ou seja, é hora da natureza despertar e renascer. O Equinócio de Primavera ocorre no Hemisfério Norte em 21 de março e em 21 de setembro no Hemisfério Sul. É nessa época que os dias mais quentes e ensolarados começam a dar o ar da graça. Conforme a natureza floresce e uma nova vida retorna, a "ressurreição" é um tema que está sempre presente, principalmente no Hemisfério Sul, que praticamente coincide este equinócio com a Páscoa. O artigo, Mas afinal... A Páscoa é de origem pagã, judaica ou cristã? , explica esta relação.  Esta é a estação do equilíbrio, quando a luz do dia tem a mesma duração da escuridão da noite, é o momento de celebrar o renascimento do solo.  Celebrando a Primavera Desde a antiguidade, celtas, gregos, babilônios, sumérios e egípcios, agradeciam à mãe natureza por todos benefícios que ela lhes proporcionava, desde ervas medicinais até os alimentos. En

Halloween, Samhain e Todos os Santos: qual a relação?

  O famoso 31 de Outubro Todo mundo sabe que hoje, 31 de outubro, é celebrado o Halloween, o Dia das Bruxas (após a leitura, aceito os parabéns nos comentários!). Mas você sabia que sua origem vem de um antigo festival celta chamado Samhain? O que é Samhain? A pronúncia da palavra é SOW-EN , e vem do gaélico Samhuin . Samhain ocorre entre o Equinócio de Outono e o Solstício de Inverno, significando o 'fim do verão', celebrando o fim da colheita e o início da metade mais fria do ano. Também é o início de um ano novo espiritual e é o festival dos mortos, aliás, essa associação com os mortos e a morte representa os ciclos da natureza. Ou seja: semeou, cresceu, colheu e morreu. Esse é o período em que a vegetação morre novamente com as geadas e o clima frio e, com isso, "a morte está no ar". Para os celtas, desde a antiguidade, é em Samhain que as portas entre os planos físico e espiritual se abrem para que seus ancestrais falecidos se comuniquem com os descendentes na